Páginas

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

#Coisasdemae

Chegueiii \o/ Tudo ótimo com vocês? Finalmente o fim de semana! Haha. Bom, queria lhes deixar registrado algumas coisas muito peculiares de toda mãe! Rsrsrs.
                                                                  Pinterest

 Primeiramente: 
"-Mãe, tem formiga nesse pão!
 -Tem nada não. Come que faz bem para os olhos!"

HAHA. Quem nunca? Me digam que não era só a minha querida mãe que falava isso, com aquelas minúsculas formigas que sempre apareciam no pão de formas inexplicáveis. (Parecia que elas tinham poderes e sempre se transferiam para ali, rsrs).


"-Mãe, posso colar a tatuagem do chiclete?
 -Claro que não! A tinta vai passar para o seu sangue."

OMG. Esse era demais! Eu sempre pensei em qual seria a relação disso e como acontecia o procedimento, mas pensava que era mais um mistério da vida, rsrs. Depois, descobri que era mentira, e fiquei muito triste pelas vezes que perdi de colar as figurinhas em mim. :( (kkkk)

"-Mãe, o meu amigo me riscou de caneta na escola.
 -Como assim? Corra para lavar, se não vai entrar no seu sangue."

Bom, a minha mãe tinha um fissura por tintas que supostamente entrariam no meu sangue, deve ser por isso que desenvolvi algum tipo de medo por isso, hihi. Viu, mãe? A culpa é sua, linda. <3

"-Mãe, eu posso ir para o shopping com os meus amigos? 
 -Não!
 -Deixa! Todo mundo vai.
 -Você não é todo mundo!"

Quem nunca passou por isso? Então, eu pensava que tinha que desenvolver alguma coisa diferente de todo mundo, mas aí...

"-Mãe, eu posso ir para a festa daquela banda?
 -Não. Por que você não fica em casa igual a fulaninho?
 -Mas você me disse que eu não era todo mundo.
 -Todo mundo que não prestava, olhe os bons exemplos!
 -Os exemplos que a senhora escolhe?
 -É, e fique calada porque eu sou a sua mãe.
 -Tá."

Elas e as suas contradições / Você e sua inferioridade. haha. Tenho certeza de que a melhor demonstração de poder é o de mãe, que incrivelmente sempre está correto.

"-Mãe, o aniversário de fulano está chegando. A gente vai na pizzaria, mas painho falou que eu não vou.
 -Não se preocupe, eu vou dar um jeito e falar com o seu pai."
 (No fim, tudo resolvido. Rsrs.)

Os poderes delas não são só sobre nós, o poder da argumentação paira, inclusive, sobre os nosso pais que sempre mudam de ideia. Mas, o porém é saber se elas vão querer falar com eles ou não. Eis a dúvida. Haha.

"-Mãe, onde está a tesoura?
 -Está aí na gaveta.
 -Não está! Eu estou procurando e não achei.
 -Vocês também não sabem procurar nada. Se eu for aí eu acho. " 
         (No fim, ela sempre achava também.)

E os poderes delas não estão só sobre a fala, mas sobre a procura de qualquer objeto que não encontramos.

 "-Mãe, tirei dez!
  -Não fez mais do que a sua obrigação!
  -Ah." :(

Quem nunca, né? Mas, elas são demais e merecem toda a nossa admiração e respeito. Queria deixar um beijo bem grande para a minha mãe, haha. E um obrigada enorme para vocês que estão me acompanhando e comentando sempre! 
                         ObRiGaDa PeLa LeItUrA!  


                        Por: Letícia Cardoso